Sou independente. Devo satisfação aos meus pais?

modelo-de-capa-posts

Olá leitoras lindas! Tudo bem com vocês? Como tem sido os seus dias? Espero que tudo esteja bem, e se não está, vai ficar! Sabe amiga, é assim que devemos pensar diante das adversidades da vida, e isso exige de nós uma atitude de decidir, entre erguer a cabeça, pensar positivo ou se entregar e esperar que a vida os dias passem sem que possamos desfrutar daquilo que temos direito aqui na terra. Mas o assunto do post de hoje é bem diferente do que comecei a falar aqui…de vez em quando estarei trazendo alguns artigos sobre comportamento ou auto ajuda, como preferirem chamar, gosto de escrever sobre esse tipo de assunto e assim poder expor algumas das experiências por mim vividas, embora eu tenha pouca idade ainda, tenho muito o que viver e aprender…Esses artigos digamos um pouco ”diferentões” do que estamos acostumadas a ver aqui no blog, será mais para trazer ao nosso pensamento, reflexões, sobre o mundo a nossa volta, e nisso incluindo nossos valores familiares, e é justamente sobre esse assunto que quero abordar aqui hoje…

Sou independente. Devo satisfação aos meus pais?

Vocês já perceberam como a sociedade tem evoluído a passos largos nos últimos anos, a mulheres têm reivindicado a cada dia mais seus direitos iguais, os pais muitas vezes não tem tido tempo para participar do desenvolvimento de seus filhos, pois tamanha é a responsabilidade diária, a cada dia que passa o ser humano tem corrido contra o tempo, e muitas vezes ao final do dia, muita coisa ainda ficou por fazer…da mesma forma os filhos tem crescido cada vez mais distantes de seu meio familiar, aprendem entre os ”amigos” e com a tecnologia como enfrentar a vida e como aprender coisas novas…E assim os valores familiares vão se perdendo…filhos não respeitam seus pais e muito menos os pais respeitam seus filhos, e assim vemos a ordem natural da vida se invertendo, pois muitos se perdem tão jovens…

Me lembro quando ainda era criança, sempre pedia benção para meus pais quando os via, e até hoje mesmo casada não é diferente, ainda peço a benção deles, isso já faz parte de mim, e quando não faço parece que falta algo, eu entendo que a benção de meus pais são muito importantes pra mim, pois as palavras deles tem poder para me abençoar, pois a eles foi dado a missão, de: ensinar, orientar e abençoar a mim e ao meu irmão, pois tenho um irmão também casado. Essa é a missão de nossos pais, e independente de religião isso faz parte dos valores familiares. Hoje mesmo casada, devo honrá-los em minha conduta e minha maneira de viver, eu não tenho obrigação de fazer tudo que eles me orientam até porque sou independente e tenho minha família formada juntamente com meu marido, mas o respeito e consideração jamais irão mudar, e assim como tenho esse dever de honrá-los eles têm o dever em me orientar, mas a decisão será minha. Podemos imaginar o porque vemos filhos tão distantes de seus pais hoje, esse respeito e consideração tem se perdido com o passar dos dias, e assim muitos filhos não tem um bom diálogo com seus pais, mesmo vivendo na mesma casa, e isso é muito triste amigas… Aí você me diz: “Mas Andressa, você não conhece meus pais, não sabe como é minha mãe…ela é uma chata! Impossível de conversar…não me dá espaço pra nada e só reclama de tudo!” Aí eu te digo, comece a ser diferente, não espere que ela seja, seja você primeiro, trate-a como você gostaria que ela te tratasse, assim você quebra esse ciclo vicioso em que possa estar vivendo, aos poucos você verá a diferença no relacionamento entre vocês, e amiga, não há nada que resista quando oferecemos atitudes de amor ao próximo, e principalmente você estará resgatando os valores familiares dentro do seu relacionamento com seus pais, e essa é base para a vida! Valores esses que aos poucos vêm se perdendo… Que venhamos a valorizar nossos pais, honrá-los com uma vida íntegra. Essa é a satisfação que devemos a eles: o respeito e a consideração. Pois afinal, não importa a nossa idade ou a idade deles, nossos pais sempre terão muito a nos ensinar…

Sou independente. Devo satisfação aos meus pais

O que vocês pensam a respeito da valorização dos pais e da família?

Deixem suas opiniões aqui nos comentários…

Um beijinho girls, e até a próxima!

Curtam nosso post, e nos ajudem a divulgá-lo assim também como nosso blog! Se gostou, compartilhe esse artigo com seus amigos e com sua família…

Cadastre seus e- mails e recebam tudo em primeira mão…

Sigam-nos nas redes sociais: Facebook e Instagram

Comments

comments

You may also like

2 Comentários

  1. Andressa, amei o post! <3 Acho que honrar pai e mãe é obrigação de todo filho, independentemente de idade, se é casado ou não. A melhor forma de honrá-los é com respeito e consideração, como foi falado no post. E não é que devemos satisfação, mas a opinião deles é muito importante.

    1. Olá Mônica! Obrigada pela sua visita minha linda! Realmente você entendeu tudo que quis passar aqui nesse artigo. Fico muito feliz que tenha gostado, seja muito bem vinda amiga! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *